Marco Polo, as gôndolas e os gondoleiros de Veneza

2 de fevereiro de 2012
O serviço de gôndolas são famosos em Veneza. As gôndolas são embarcações típicas e muito antigas que, por muito tempo, foram os principais meios de transporte de Veneza. Com a chegada dos barcos a motores, as gôndolas passaram a ser vistas como um grande atrativo turístico, sobretudo pelo caráter romântico do passeio. 

O gondoleiro é a pessoa que conduz as gôndolas. O ofício é tradicionalmente masculino e trata-se de um saber muito antigo, passado de pai para filho. Com suas roupas listradas e seus chapéus típicos, os gondoleiros são figuras conhecidas no Mundo todo. E quem não sonhou com um romântico passeio de gôndola pelos "canales" venezianos?

As gôndolas estão espalhadas por toda a cidade de Veneza. Ao andar pelas ruazinhas você ouvirá o tempo todo os gritos de “Gondole, Gondole”. O passeio de gôndola custa cerca de 100 euros e demora em torno de 45 minutos. Os preços e o tempo de trajeto são meio que 'padrão', mas em período de baixa temporada é possível barganhar.

Cada gôndola faz um trajeto específico, dependendo do seu ponto de partida. Assim sendo, cada gondoleiro precisa tornar o seu percurso atrativo e para isso, utilizam toda a sua criatividade para contar fatos históricos e apontar locais importantes localizados ao longo do seu trajeto. A história mais conhecida e, talvez, a mais difícil de acreditar é sobre a casa onde viveu o navegador italiano Marco Polo. Bem, se considerarmos a opinião dos gondoleiros de Veneza,  Marco Polo possuía muitas, muitas casas! Cada um aponta um lugar diferente e você termina o passeio acreditando em qualquer coisa ou não acreditando em nada.

Alguns gondoleiros falam inglês, outros não; alguns cantam ao longo do percurso, outros não; muitos são simpáticos, educados e tiram até fotos pra você, outros não... Como saber? Vai depender da sorte.

Eu fiz o passeio de gôndola na minha terceira ida a Veneza. Achei legal, mas não considero algo essencial. Penso que muitas pessoas o fazem pela fama. Algo do tipo “como ir a Veneza e não passear de gôndola?”. A relevância do passeio vai depender do interesse de cada um. Na minha opinião? Se este passeio não for tão importante pra você, guarde o seu dinheirinho e invista em um tour pelas ilhas de Murano e Burano. São lindas!
===================================
Quem foi Marco Polo? Marco Polo nasceu em  Veneza, em 1254  e morreu em 1324. Foi um grande mercador e explorador marítimo, tendo sido um dos primeiros ocidentais a percorrer a Rota da Seda (rota usada no comércio da seda entre a Europa e o Oriente). A data e o local de seu nascimento ainda geram dúvidas. Aliás, muitas informações sobre a vida de Marco Polo ainda são uma incógnita. Os gondoleiros de Veneza sabem muito bem disso e se aproveitam da pouca informação dos turistas para contar mil e uma histórias sobre onde ele nasceu, onde morou, onde morreu, etc.

Algumas fotos do trajeto realizado num dos trajetos de gôndola.








E você, já curtiu um passeio nas gôndolas de Veneza? Se sim, gostou? Se não, faria este investimento?  Deixe sua opinião.

Para ler mais sobre Veneza, visite o post Um dia em Veneza

5 comentários:

  1. KARLA disse...:

    oi, Juli!!!
    Sim, eu passeei de gôndola quando fui à Veneza pela primeira vez. AMEI o passeio!!! Na verdade, amo Veneza desde a adolescência e ir lá e não passear de gôndola era impensável para mim! Adorei o passeio, o dia estava lindo e o percurso foi maravilhoso! A cidade vista pela perspectiva de uma gôndola é uma sensação única que nenhum vaporetto te dá! Acho que valeu cada centavo dos 120 euros que paguei (fui em alta temporada!) e não me arrependi em nada! Quanto às ilhas de Murano e Burano, gostei da segunda, mas a primeira achei muito decadente. Fui ao museu, visitei as lojas, mas não gostei de Murano. O que mais gostei de Burano foi a possibilidade de ali pegar outro vaporetto para Torcello, a terceira ilhazinha da laguna, normalmente esquecida pelos turistas, mas que é uma delícia de lugar! Calmo, antigo e com uma paz inexplicável!
    beijos
    Karla Gê

  1. Juli C.B disse...:

    Oi Karla. Eu não conheci Torcello por pura falta de tempo. Sempre ia à Veneza com outras pessoas que visitavam o lugar pela primeira vez. Então acabava faltando tempo para sair do 'turístico'. O que gostei de Murano foi assistir a produção artesanal de vidros e ver as peças de coleção que são incríveis. Agora, Burano é um amooooooooooor. Aquelas casinhas coloridas, a calmaria, o silêncio, as crianças brincando nas pracinhas... juro que senti vontade de ficar por lá e não sair mais. Mas quero muito conhecer Torcello. Quem sabe na próxima...
    Bjos e obrigada pela visita!

  1. Fabio disse...:

    Parabéns pelas fotos..deve ter uma bela camera !!!

  1. Juli C.B disse...:

    Oi Fabio, muito obrigada. Algumas fotos são da Nikon D3100. Outras são de câmeras compactas mesmo. Abraço!

  1. Oi, Juli!
    Tenho vontade de fazer o passeio de gôndola em Veneza, mas quando penso no preço fico em dúvida se vale a pena.
    Gostei das fotos.

Postar um comentário

Olá viajante! Deixe seu comentário aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...